Posts recentes

O que é Coaching? Pergunta que sempre vale a pena responder!

Bom dia!

Ontem, retomei as minhas aulas de francês e enquanto contávamos o que fazíamos profissionalmente, me perguntaram para que utilizamos o coaching! Pensei comigo mesma: “ainda há muita gente que não sabe o que é este processo e o que é capaz de oferecer.” Outra questão que surgiu foi sobre as demandas que podemos atender, sejam elas profissionais ou pessoais… Conversa interessante e desafiadora para mim, uma vez que expliquei em francês (risos).

Uma definição que gosto é de minha mentora Sylviane Cannio, ela define coaching como “uma descoberta de talentos e potencial. Ajudar clientes a trazer suas ideias à tona e transformá-las em planos de ação. Na maioria dos casos, os clientes sabem onde querem ir mas ainda não articularam algo que é uma intuição, um sentimento, um desejo ou ainda mais profundo, não se permitiram implementar seu plano de ação e vencer.”

Coaching é uma profissão completamente independente, com suas próprias regras, ética e treinamento especifico. Como sou certificada pela Federação Internacional de Coaching (ICF) sigo as 11 competências fundamentais definidas por esta instituição, mas há outras vertentes interessantes e competentes que são encontradas no mercado. Coaching é diferente de outras técnicas como aconselhamento, mentoring, terapia… Você pode conferir estas diferenças neste post.

Coaching é um processo que leva tempo, mas é composto de começo – meio e fim e é trabalhado em uma demanda explícita do coachee. O processo é baseado no contexto onde as percepções do cliente são estimuladas, oferecendo empoderamento ao mesmo, por meio da técnica de Perguntas Apropriadas à situação em pauta. Um dos modelos utilizados e conhecidos na área é de John Whitmore, denominado GROW:

G – Goal – é o ponto final, onde o coachee quer chegar.

R – Realidade – define qual a distância que o coachee está de seu GOAL. Se o cliente olhar para todos os passos que precisa dar objetivando atingir seu GOAL, a Realidade será o número de passos que completou até o momento.

O – Opções – haverão obstáculos impedindo que o cliente chegue onde almeja. Se não houvessem obstáculos, o cliente já haveria atingido seu GOAL. Uma vez identificados, o cliente encontrará formas de lidar com os mesmo e superá-los para seguir rumo ao seu foco.

W – Willingness (Disposição) – as Opções serão convertidas em ações que levarão o cliente ao seu objetivo – GOAL.

 

Este processo e modelo podem ser utilizados frente à questões profissionais e pessoais.

 

Você já utilizou o processo de coaching? Como foi a sua experiência? Adoraria saber.

Compartilhe conosco.

 

Tenha uma ótima semana e até breve.

Uma braço e seja feliz,

 

Ticiana Tucci

ticiana@questaodecoaching.com.br

%d blogueiros gostam disto: