Posts recentes

SER COACH E OS BENEFÍCIOS DA CNV

CNV2COACHS

A capacidade de ser um profissional íntegro é bem-vinda em qualquer atividade, mas, em coaching, a forma como vivemos nossa vida parece ter uma correlação maior com nosso estilo no trabalho e nosso desempenho profissional.

Integridade é a capacidade de agir conforme o que se acredita e se “prega”, ou se fala. É a capacidade de viver uma vida plena e saudável. Entre as definições de integridade, aparece ainda a capacidade de estar completo e inteiro, o que, de certa forma, está alinhado com o meu entendimento informal (Michaelis, 2016).

Alguns diriam que caberia melhor, nesse caso, o conceito de coerência, descrito na mesma fonte como conexão, harmonia e aderência entre diversas partes. Dessa forma, agregando integridade e coerência, contempla-se essa dimensão integral, do desafio de ser coach!

É difícil acreditar em um dermatologista que não cuida da própria pele ou em um personal trainer descuidado com sua forma física, não é mesmo?

E nós, coaches, do que devemos cuidar em nós mesmos?

A partir dessa dialógica, poderiam emergir respostas distintas, dependendo das bases conceitual e filosófica nas quais se apoia cada profissional coach, ou, em especial, de subjetividades e personalidades próprias.

Independente dessas individualidades, como coaches, sabemos da importância inquestionável do autoconhecimento para aumentar a capacidade de tomar decisões e obter resultados sustentáveis. Abordagens, todas elas, envolvem responsabilização, protagonismo e ações concretas.

VIVENDO OS PRINCÍPIOS DA CNV

A Comunicação Não Violenta (CNV) é uma forma legítima de contribuição para o desenvolvimento de coaches.

O que a CNV nos apresenta vai muito além de uma nova forma de se comunicar que passa por alguns passos: (1) observar sem julgar; (2) reconhecer sentimentos; (3) entender necessidades; (4) fazer pedidos. O que de fato acontece praticando CNV é um mergulho profundo sobre quem somos, uma mudança de olhar sobre o mundo, o “outro” e o que podemos fazer para buscar uma vida mais plena. A CNV nos convida a ter relações mais autênticas e empáticas, o que, de muitas formas, aumenta a conexão com nossa essência e nossa capacidade se relacionar compassivamente e até assertivamente com o mundo (pessoas).

CONECTANDO COM A PRÁTICA

Quando desenvolvemos um programa de educação continuada para coaches, o CNV4coaches, baseado na CNV, essa prática já fazia parte de muitas esferas de  nossas vidas. A CNV nos ofereceu um arcabouço onde amparamos a nossa prática de coaching. Ela se aplica de maneira orgânica em três dimensões fundamentais: (1) O COACH; (2) O COACHEE; (3) O PROCESSO DE COACHING. Isso quer dizer que podemos vivenciar o processo internamente – na construção da atitude coach (1), de maneira interpessoal, apoiando a relação com nossos clientes (2) – e externamente, como uma ferramenta de coaching (3).

Outra forma de conectar CNV com Coaching é olhando para as competências essenciais em coaching que permeiam as dimensões acima apresentadas. Tudo o que se pratica em CNV, de alguma forma, facilita a prática e se conecta com uma ou mais competências em coaching. A Presença, a Escuta Ativa e a Comunicação Direta são tão marcantes, que foram escolhidas para aprofundar os nossos estudos.

Nosso convite é que você experimente o processo da CNV e construa, a partir da sua ótica pessoal, a melhor forma de explorar seus benefícios.

Em breve publicaremos novos artigos sobre cada uma das competências mencionadas. Visitem nossas páginas no Facebook e Linkedin: CNV4coaches, acompanhem nossas publicações e enviem seus comentários!

Um abraço

Camila Bonavito

Sócia fundadora do programa de educação continuada para coaches – CNV4coaches e no programa de desenvolvimento de líderes – CNV4Leaders.  Membro credenciada da International Coaching Federation (ICF). Administradora de Empresas com 15 anos de experiência no mundo corporativo. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Formada em Executive & Life Coaching pela Integrated Coaching Institute (ICI/ACSTH), no The Inner Game International School of Coaching (Módulo Tools) e na Pro-Fit Coach (PROFITERE/ACTP). Formação em Facilitação Criativa pela PYE- Partner for Youth Empowerment (Arteria). Membro da Associação Brasileira de Recursos Humanos de São Paulo (ABRH-SP). Qualificada no instrumento de diagnóstico MBTI-Myers Briggs Type Indicator. Mais de 6 anos de experiência como coach de executivos e indivíduos, e na condução de workshops e treinamentos para empresas de diversos segmentos em várias capitais do Brasil.

CNV4Cflyerset_01jun16-01

Desconto especial até dia 10/08 ou para quem avisar que viu a divulgação no site Questão de Coaching.

 

  • veronica esteves

    Faz todo sentido para o coach pensar na CNV e nas competências citadas. Fiz o curso de CNV4coaches e indico a todos!

    • Yara Leal

      Olá Veronica, realmente a contribuição da CNV para o Coach e consequentemente para o processo, é muito relevante. Também fiz o curso e recomendo! Obrigada por compartilhar sua opinião e esteja sempre conosco!

%d blogueiros gostam disto: