Posts recentes

Visão estratégica – Olhar de Águia ou olhar de Lince?

AGUIA 2

Você já ouviu a expressão: fulano tem olhos de lince? Ou fulano tem um olhar de águia?

Observamos nas empresas profissionais que têm “olhos de lince” enquanto outros têm “olhar de águia”. O primeiro caracteriza-se por ter uma visão de longo prazo, conseguindo prever o futuro. O segundo caracteriza-se por um olhar perspicaz que, além de enxergar o futuro de forma ampla, extrapola a visão e coloca-se em prática, partindo para a ação e antecipando os fatos.

Estas duas características fazem toda a diferença quando trabalhamos a visão estratégica. Não basta ter um cenário de futuro se não tivermos a percepção maior do que observamos e seu impacto nos resultados que se pretende atingir. Segundo Max McKeown, em seu livro Estratégia, há sempre maneiras melhores de se fazer algo ou rotas mais curtas para ir de onde se está para onde se quer chegar. É preciso explorar o que é possível para poder ampliar novas possibilidades. Esse é o valor essencial para caracterizar o pensamento estratégico.

Assim como as Organizações precisam de profissionais com visão estratégica, estes mesmos profissionais também precisam ser táticos na administração de suas carreiras. A opção por “olhos de lince” ou “olhar de águia”, fará toda a diferença na Gestão Empresarial e/ou de Carreira deste indivíduo, já que a decisão presente terá impacto no futuro.

Mudanças de toda natureza acontecem de uma hora para outra dentro das empresas. É comum vermos transformações de aspectos estruturais, tecnológicos, concorrenciais, demográficos e muitos mais. Apesar disso, a maioria dos profissionais está habituada a interpretar e cuidar dos dados que chegam às suas mãos de forma pontual e operacional ,  numa visão limitada do que pode ser alterado lá na frente, impactando o negócio primordial da companhia e consequentemente, de sua carreira.

Essa ebulição de acontecimentos pode ser desastrosa para a empresa se seus colaboradores não enxergarem as tendências para prever o futuro, perceber novas oportunidades, reparar nas forças que se opõem aos objetivos do negócio, pensar diferente e sair da caixa.

Focar nas oportunidades que se abrem demonstra que o profissional está “antenado”, ligado nas mudanças, buscando alternativas de melhoria e novos espaços para crescimento.

Praticar a visão estratégica é estar alerta para projetar no tempo, os resultados que se pretende atingir no futuro através de ação eminente para que isso aconteça. É ter consciência do impacto que diferentes atitudes terão no resultado que se pretende alcançar, na carreira ou no negócio da empresa.

A melhor maneira de desenvolver esse olhar é ter atitudes que incentivam a criatividade e demonstram abertura para o novo (ideias, pessoas, ambientes), compromisso com o desenvolvimento ( pessoal e do outro) e ampliar a percepção do mundo, como um todo. A partir daí, as perguntas mais importantes são:

Por que e Por que não?

Abraços

Liana

liana@questaodecoaching.com.br

www.questaodecoaching.com.br

(2) Comments

  1. Pingback: Pense Antes de Planejar | Questão de Coaching

  2. Pingback: PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO - ANTAGONISMO OU COMPLEMENTARIEDADE? - Questão de Coaching

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: