Posts recentes

Resenha: O Líder 360º

360

Este livro é composto de seis seções. Na primeira seção o autor quebra uma série de mitos sobre liderança. Essa parte é fundamental para toda a leitura que vem a seguir e é imprescindível que você, que quer se tornar um líder 360º, entenda e desmistifique esses paradigmas da liderança. Alguns exemplos dos mitos: mito da posição (não posso liderar se não estiver no topo); mito do destino (quando chegar ao topo aprenderei a liderar). Será que você já pensou assim?!

A segunda seção do livro traz os desafios que o Líder 360º enfrenta: desafio do ego, da frustração, da tensão, dos muitos chapéus. Uma característica interessante deste livro é que o autor dá ênfase nos líderes do escalão médio da empresa. Esses líderes estão na melhor posição para aprender e se desenvolver como líder, pois não estão muito distantes do operacional nem do estratégico.

As seções seguintes são os princípios da liderança 360°. Imagino que você já deve saber por que o autor usa o 360º, não? Justamente para quebrar o primeiro mito da liderança: da posição. O líder 360º consegue liderar para cima, para os lados e para baixo. Por isso a importância que ele dá ao líder do pelotão médio.

Para se liderar para cima, o primeiro princípio a ser colocado em prática é lidere a si mesmo a si mesmo excepcionalmente bem. Em segundo, alivie a carga do seu líder. Terceiro princípio, esteja disposto a fazer o que os outros não se dispõem a fazer. Através de oito princípios John Maxwell traça um panorama muito claro de como ser líder para o seu líder.

A liderança para os lados, tratada na quarta seção do livro, talvez seja um ponto delicado do tema. Não há relação de hierarquia e a proposta é liderar seus iguais. Nesse tipo de liderança provavelmente o quesito que o autor mais bate na tecla é crucial: a influência. Dos sete princípios, o mais importante que vejo nessa seção é: complementar seus colegas de liderança é mais importante que competir com eles.

Para a liderança para baixo, talvez a palavra que resuma os sete princípios seja: atenção. Atenção às pessoas, aos seus pontos fortes, ao seu exemplo, à visão da empresa.

E por fim, John Maxwell nos traz uma lista de cinco valores que todo bom líder 360º deve seguir: uma equipe de líderes é mais eficiente do que um único líder; os líderes são necessários em todos os níveis da organização; liderar com sucesso em um nível é o que qualifica para liderança no nível seguinte; bons líderes no escalão médio se tornam líderes melhores no topo; líderes 360º possuem qualidades das quais toda organização precisa.

Um detalhe interessante é que o autor fez praticamente toda sua trajetória de líder em organizações religiosas e voluntárias. Se liderança é influência, funciona em qualquer lugar. E ele ainda desafia: se quiser testar um líder, mande-o liderar um grupo voluntário onde as pessoas podem sair a qualquer momento e o líder não conta com artifícios de persuasão.

Esta leitura foi uma das melhores que fiz sobre o tema, espero que seja tão proveitosa para você quanto foi para mim. E a leitura é muito gostosa, fácil, leve e direta. Recomendo!!

Grande abraço!

 Alexandre Nakandakari

alexadre@questaodecoaching.com.br

(1) Comment

  1. read the full info here

    I just want to tell you that I'm new to blogs and really liked this web blog. Likely I’m going to bookmark your blog . You surely come with remarkable articles. Many thanks for revealing your web-site.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: